Sou a Joana e adorava partilhar
um bocadinho da minha história contigo.

Nasci em Coimbra, em 1987. Sempre fui uma criança feliz, cheia de energia, com muitos sonhos e de sorriso fácil.

Aos 18 anos mudei-me para o Porto, onde me licenciei em Design de Comunicação, na Faculdade de Belas Artes. Fiz ERASMUS em Sheffield (Inglaterra), onde desenvolvi um projeto de ilustração/animação que nunca mais me saiu da cabeça
(o projeto ficou engavetado até aos dias de hoje - 2020).

Entretanto havia um estágio a concorrer e uma candidatura para preparar, e assim foi, preparei-me, e consegui o que queria na altura, entrar no mundo editorial. Uma editora emergente que para além de paginar livros tinha um projecto de homenagear personalidades no campo político, da escrita e artístico. De um momento para o outro saía da Faculdade e tinha nas mãos uma responsabilidade louca. Convidaram-me para ser a Coordenadora de Design da editora, responsável também por desenhar as exposições nos Museus e Arte de Rua onde decorreriam os eventos Concelho de Estado e Plast&Cine. 

Em 2010 homenageámos o Mário Soares e, em 2011 o Mickhail Gorbachev. Tudo o que estava a acontecer era completamente louco!!! Como devem imaginar eu estava radiante! Super feliz e super entusiasmada, acho que naquela altura nem dormia, com tantas ideias que me passavam pela cabeça!!! Ir à Rússia e ser acolhida pela Fundação Mickhail Gorbachev, tal como trabalhar com a Green Cross International, foram experiências muito enriquecedoras e abriram os meus horizontes. No campo artístico desenvolvi ainda as exposições Vida e Obra dos mestres José Rodrigues e Cruzeiro Seixas.

Entretanto a conjectura acontece e a escassez de dinheiro inviabiliza a execução destes projetos. Revi as minhas opções e decidi ir trabalhar um ano para o atelier do meu marido, artista plástico Mário Vitória. Percebi de imediato que não estava preparada para trabalhar por conta própria, era bem mais difícil do que o que tinha imaginado. Tal como ser agente de um artista, fazer dezenas de contactos todos os meses e não ver retorno financeiro expectável começou a tornar-se uma frustração para mim.

Então, em 2013 comecei a trabalhar numa empresa de Engenharia e Construção, não porque seria uma área que gostaria de trabalhar à primeira vista, mas porque seria um trabalho financeiramente estável. Apesar de tudo, adquiri competências que não tinha até à data. Responsável pelo Design de Comunicação, foi um grande desafio criar uma linha gráfica, coerente para uma empresa, que operava em 17 países, distribuídos por 3 continentes. Um trabalho altamente corporativo onde toda a identidade da marca, toda a comunicação interna e externa do grupo estavam por construir, uma vez que esta empresa era fruto de uma fusão de 4 empresas.

Em 2016 e 2018 nasceram os meus dois filhos, Mariana e Francisco.

2019 foi um ano decisivo, chegou o momento de abandonar este ramo, o trabalho criativo que estava por fazer, estava feito e precisava urgentemente de mudar de ramo, pois este trabalho já não me trazia realização pessoal. No final do ano decidi que iria ter o meu negócio e, ao fim de 10 anos, reaver finalmente o meu projeto e seguir um sonho meu!

Conto contigo para me acompanhares nesta grande aventura! Mal posso esperar!!!